livros

Resenha - O Reino Das Vozes Que Não Se Calam

20:30:00


Título: O Reino Das Vozes Que Não Se Calam
Ano: 2014
Editora: Rocco
Autora: Carolina Munhoz e Sophia Abrahão
Gênero: Juvenil/Fantasia
Número de páginas: 288
 Nota:  

Sinopse: Se você encontrasse um lugar onde todos o aceitassem... Seria capaz de abandoná-lo? Sophie se esconde de todos e de si mesma: insegura, não consegue enxergar sua beleza e talento, e sente dificuldade em se relacionar com os outros. Seu dia a dia se perde entre os caminhos tortuosos dos que convivem com a depressão e o bullying, e a jovem aos poucos vai se fechando na escuridão de seus pensamentos. Desamparada e sem coragem de lidar com seus problemas, ela acaba descobrindo um lugar mágico: um Reino onde as vozes não se calam e as criaturas encantadas se tornam reais. Um local colorido onde ela finalmente poderá se encontrar. Dividida entre a realidade e a fantasia, Sophie contará com a ajuda preciosa de um rapaz comum e uma guardiã encantada, que lhe mostrarão os segredos da alma e a farão decidir se vale a pena enfrentar seus medos ou viver em um eterno conto de fadas.

***
Olá, pessoaaaas! A resenha do post de hoje é sobre o livro "O Reino Das Vozes Que Não Se Calam". "Por que a palavra resenha está riscada?", vocês devem estar se perguntando. Bom, vou explicar ao longo do post.

Eu conhecia o trabalho da Sophia Abrahão desde a época de Malhação. Vi o crescimento da mesma como atriz. Na época de Rebeldes, eu comecei a acompanhá-la e também os outros 5 ex-RBR. Adoro ela. Torço para o sucesso dela. Quando vi que ela lançou este livro em questão, coloquei na cabeça que ia comprar. A capa é maravilhosa. "Não julgue um livro pela capa" deveria ter pensado. Já era tarde. Comprei o livro. Mesmo não sendo fã de leitura baseada em fantasia.

Não curto histórias narrada em 3ª pessoa. Sério. Me dá uma agonia. Não me pergunte porquê. Na verdade, eu acho, ou melhor tenho certeza, que é pelo fato de que quando um livro é narrado em 3ª pessoa, ele, na minha concepção, perde totalmente o sentimento. Assim, eu não consigo sentir verdade nas palavras. Eu gosto de emoção, de drama, seja nos diálogos ou na própria narração. E quando leio (raro!) livros assim, eu não consigo sentir tudo que deveria. 

Relevei e comecei a ler o livro. Acho que já tem mais de 1 mês. Lia nos intervalos das aulas da faculdade, apenas. No início, eu curti. Sério mesmo. Achei bem interessante o tema abordado. Sobre bullying, depressão e tal. Mas não curti o lance fantasioso que existe. Como não sou fã de fantasia literária, não posso julgar. Não tenho base para isso. Apenas posso dizer que eu não achei bom.

A história narrada é basicamente sobre uma jovem, a Sophie, que se vê sendo julgado por todos. Por ser esquisita e magra demais. Até que um dia ela é "sugada" para um reino onde todos são devotos à sua imagem como realeza. Os "tirus", as pessoas que vivem naquele reino, precisam dela. É seu destino comandar o reino e os tirus. Mesmo não gostando dessa fantasia toda, não sei se pela escrita ou por ser um gênero que eu não curto ler, eu fui levando a leitura. Apenas por levar, mesmo. Não estava nem um pouco presa ao livro. Lia por ler e eu não gosto quando isso acontece.

Chegou um momento do livro em que o Léo aparece. Esperei tanto por um romance nesta leitura rs. "Agora vai", pensei. Não foi. Infelizmente, não foi. Nem o romance me fez gostar do livro, sério. E olha que eu sou apaixonada por romance. Shippo tudo que vejo pela frente. Mas dessa vez não aconteceu. Não shippei. Não gostei da relação. Os diálogos entre os dois parecia muito pensado e não havia fluidez... Ou seja, larguei. Abandonei, real.

No começo do post eu mencionei sobre a palavra resenha estar riscada. Explicando... Seria uma resenha se eu contasse tuuuudo do livro. Mas não consegui e não conseguirei dizer. Eu não terminei. Não sei como termina. Quer dizer, sei sim. Eu li o final, sim. Mas nem o final me interessou.

Não julgarei a escrita de nenhuma das duas autoras, por que quem sou eu para fazer... Mas espero que nos próximos livros, tanto da Sophia quanto da Carolina, se vierem a ter, me cativem mais. Todos merecem uma segunda chance.

Até a próxima!

Xoxo,


You Might Also Like

2 comentários

  1. Sabia que conhecia o nome da autora de algum lugar, agora lembrei que era aquela atriz e cantora. Parece ser um livro meio infantil até. Adoro aventura e fantasia, a capa também é bonita, mas esse título não me interessou mesmo. Hum, parece que você se decepcionou muito com a leitura.

    ♡ { Barbie Pretty Sweet } ♡

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Me decepcionei real!!! Esperava muito mais... Parece que falta alguma coisa, sabe? Não senti emoção nenhuma. Eram só palavras...

      Excluir