dicas

Resenha - Belo Desastre

17:18:00


Título: Belo Desastre
Ano: 2012
Editora: VERUS Editora
Autora: Jamie McGuire
Gênero: New Adult
Número de páginas: 389
Nota: 

Sinopse:  A nova Abby Abernathy é uma boa garota. Ela não bebe nem fala palavrão, e tem a quantidade apropriada de cardigãs no guarda-roupa. Abby acredita que seu passado sombrio está bem distante, mas, quando se muda para uma nova cidade com America, sua melhor amiga, para cursar a faculdade, seu recomeço é rapidamente ameaçado pelo bad boy da universidade. 
Travis Maddox, com seu abdômen definido e seus braços tatuados, é exatamente o que Abby precisa – e deseja – evitar. Ele passa as noites ganhando dinheiro em um clube da luta e os dias seduzindo as garotas da faculdade. Intrigado com a resistência de Abby ao seu charme, Travis a atrai com uma aposta. Se ele perder, terá que ficar sem sexo por um mês. Se ela perder, deverá morar no apartamento de Travis pelo mesmo período. Qualquer que seja o resultado da aposta, Travis nem imagina que finalmente encontrou uma adversária à altura.

Hey, gente! Vim falar sobre o que eu achei do livro Belo Desastre. Acho que todo mundo já ouviu falar sobre os irmãos Maddox, né? Eles são irresistíveis, bad boys e quando se apaixonam é pra sempre. A série Belo Desastre tem três livros: Belo Desastre (pela visão da Abby, personagem principal feminina), Desastre Iminente (pela visão do Travis, personagem principal masculino, o irmão mais novo dos Maddox) e Belo Casamento (que tem um nome muito sugestivo, não?). Depois desses três livros, a escritora Jamie McGuire escreveu sobre cada um dos irmãos Maddox: Trent, Thomas, Taylor e Tyler. Eu já li todos os livros, menos o do Tyler, e posso afirmar pra vocês que a cada livro que eu leio, fico indecisa sobre qual Maddox é o meu preferido.


Então, falando sobre o livro Belo Desastre, para escrever essa resenha eu li pela segunda vez esse livro. Já tinha lido os três, se não me engano, ano passado. Mas quem tiver interessado em ler, digo pra vocês que Desastre Iminente é bem mais legal, porque vemos tudo na visão do nosso queridinho Travis Maddox. Eu amo o Travis porque ele é louco e não tá nem aí para o que os outros vão pensar.

O livro já começa com uma cena meio cômica. A Abby está em um lugar que está ocorrendo uma luta, onde o principal lutador é primo do namorado da sua melhor amiga, que se chama América. Abby se empolga em assistir a luta e vai para perto do ringue, o que quando Travis, conhecido como Cachorro Louco, acerta o adversário em um golpe, joga sangue pelo cardigã rosa de Abby. E é ai que eles se conhecem. 

Logo depois, os dois se aproximam na faculdade e Abby percebe que Travis só quer transar com ela. Porém, diferente das outras garotas, não dá bola para ele. Aí, Travis, que não está acostumado a ser deixado de lado, começa a se interessar por ela.

"- Você não faz o tipo dela - América disse, mudando de estratégia.
Travis se fez de ofendido.
- Eu faço o tipo de todas!"

Travis chama Abby para ir em seu apartamento para conhecer ela melhor. Abby deixa claro que não quer nada com ele, e é por causa disso que ele se interessa ainda mais. Porém, ele diz que também não quer nada com ela, só amizade, o que seria anormal para o Travis Maddox, o garanhão da faculdade que nunca se apaixona por ninguém.

"- Então, qual é a sua história, Flor? Você odeia os homens em geral ou é só comigo?
- Acho que é só com você - resmunguei.
Ele riu, divertindo-se com meu estado de humor.
- Não consigo sacar qual é a sua. Você é a primeira garota que já sentiu desprezo por mim antes do sexo. Você não fica toda desorientada quando conversa comigo e não tenta chamar sua atenção.
- Não é uma manobra tática. Eu só não gosto de você.
- Você não estaria aqui se não gostasse de mim.
Involuntariamente, minha testa franzida ficou lisa e soltei um suspiro.
- Eu não disse que você é uma má pessoa. Só não gosto de ser tratada de determinada maneira pelo simples fato de ter uma vagina."

Após esse dia, eles se tornam amigos inseparáveis. Eles fizeram uma aposta em que se a Abby perdesse, ela teria que morar com ele por um mês. Por causa disso, eles começaram a sentir algo um pelo outro e não sabiam definir qual era a relação que eles tinham. Era mais do que amizade. Até que, finalmente Travis decide se declarar quando percebe que Abby está se relacionando com outro cara.

"- Eu sei que a gente tem problemas, tá? Sou impulsivo, esquentado, e você me faz perder a cabeça como ninguém. Num minuto você age como se me odiasse, e no seguinte como se precisasse de mim. Eu nunca faço nada direito, eu não te mereço... mas, porra, Abby, eu te amo. Eu te amo mais do que jamais amei alguém ou alguma coisa em toda a minha vida. Quando você está por perto, não preciso de bebida, nem de dinheiro, nem de luta, nem de transas sem compromisso... eu só preciso de você. Eu só penso em você. Eu só sonho com você. Eu só quero você."

Apesar de estar se relacionando com Travis, Abby ainda se pergunta o porquê do Travis escolher ela. Por que ele se apaixonou por ela e não por qualquer outra mulher que já passou em sua vida.

"- Eu me senti atraído por você desde aquela primeira luta.
- O quê? - perguntei, com uma expressão desconfiada.
- É verdade. Você naquele cardigã, com todo aquele sangue... Você estava ridícula - ele riu baixinho.
- Valeu.
O sorriso dele sumiu do rosto.
- E aí você ergueu o olhar pra mim. Foi naquele momento. Você tinha um ar inocente, ingênuo... sem máscaras. Você não olhou pra mim como se eu fosse Travis Maddox - ele revirou os olhos com as próprias palavras -, você olhou pra mim como se eu fosse... sei lá, uma pessoa, eu acho."

Travis em uma de suas maluquices, resolve fazer uma declaração de amor para Abby em forma de tatuagem. Ele tatua em seu pulso o apelido que deu a sua namorada, Beija-flor. Quando vocês lerem o livro, vão saber o porquê desse apelido.


Como todo casal, Abby e Travis terminam o relacionamento ao longo do livro. Travis faz Abby voltar ao seu passado, em que ela não gosta de se lembrar. E aí, será que eles ficam juntos ou não? hahahhhaa. Vocês terão que ler pra saber o que acontece. Vocês têm que ler! Esse livro é maravilhoso e a série dos irmãos Maddox também é maravilhosa, fora que a gente relembra a história de alguns personagens como Abby e Travis, por exemplo. Vale muito a pena, mesmo!

Espero que tenham gostado.

Xoxo, 

You Might Also Like

8 comentários

  1. Adoreeei conhecer, parece ser ótimoo! Ótima resenhaa! <3
    Bisous,
    Blog Pequeno Muffin | Lara Reis
    www.pequenomuffin.com.br

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. É ótimo sim hahaahha ♥
      Obrigada :)
      Beijos,
      Dê.

      Excluir
  2. Que resenha é essa? Me deixou louca pra ler o livro! Mas eu prometi pra mim mesma que só vou começar a ler algo novo quando terminar os que comprei primeiro - compradora compulsiva de livros hahaha. Fiquei curiosa sobre o apelido, mas acho que vou ter que ler pra descobrir o significado por trás dele né?
    Amei seu blog, seguindo :) bjs
    www.lagrimasdediamante.com

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Também adoro comprar livros. Pra 2017 já comprei 7 hahaahah. Quando puder, compra sim, vale super a pena :)
      Beijos,
      Dê.

      Excluir
  3. Oi, Andressa!
    Li Belo Desastre assim que saiu, minhas amigas indicaram muito. Mas eu odiei o livro. O relacionamento da Abby e do Travis é muito abusivo, completamente obsessivo e péssimo para ambos. Sem contra que depois que eles vão para vegas me deixou muito com ar de fanfic. Não consegui salvar nada do livro :/
    De NA eu prefiro mesmo os livros da Tammara Webber, Easy é uma coisa muito querida.

    bjs
    Queria Estar Lendo

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi, Bibs. Entendo sua opnião, mas eu não achei abusivo. Eu acho que o Travis tem algumas atitudes doidas e que ele precisaria de um tratamento psicológico. Não é normal um cara querer bater em todo mundo que for contra ao que ele espera. Fora isso, acho que os dois ajudam um ao outro em suas fraquezas. Travis nunca tinha amado ninguém por causa da mãe dele, Abby fez com que ele mudasse isso. No caso dela, ela tinha medo de se envolver com um cara que lembrasse a época em que ela vivia com seu pai, e Travis mostrou a ela que, apesar de ser um bad boy, faria tudo para protegê-la.
      Ah, pesquisei sobre o livro que você disse e fiquei curiosa para ler. A propósito, tem um livro muito bom de NA, não sei se você já leu, mas o nome é: Meu Romeu/Minha Julieta. Fiz resenha aqui, se tiver curiosidade...
      Obrigada por mostrar sua visão do livro.
      Beijos,
      Dê.

      Excluir
  4. Eu ameiiii aquiii! Mas não tô achando onde eu sigo seu blog . Me ajuda ? Quero seguir

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi, amore! Você está usando celular? A opção de seguir só aparece em visualização para web. Pra mobile não...
      Beijos!

      Excluir