textos

Contra o relógio da vida

14:59:00

Flickr

Tantas tragédias acontecendo no mundo nesse final de 2016... Questionamentos surgem na minha cabeça toda hora. Como pode tudo estar bem em um momento e no outro tudo estar desmoronando? Sei que tragédias acontecem diariamente em todo o mundo. Enquanto escrevo, pessoas estão morrendo em algum lugar, seja por doença, terremoto, acidente ou pela violência.

"A vida é muito curta.", "A vida é um sopro.". Escuto e/ou leio isso praticamente todos os dias. Mas, nós seres humanos, temos o hábito de não nos importarmos com algo que não esteja diretamente relacionado à nós.

Quantas vezes já não deixamos de abrir uma notícia relacionada à uma tragédia que surge na nossa timeline do Facebook? Ou deixamos de "retweetar" um breve tweet dizendo que algum acidente aconteceu? Ou aquela foto que deixamos de curtir no Instagram de uma pessoa que está passando por uma situação delicada às inúmeras sessões de quimioterapia? Não tente se convencer de que você é diferente, porque apenas não é. Estamos sempre preocupados em comprar o carro da moda, o celular de última geração, o "status" que teremos se usarmos uma roupa de marca. Sim! Você pensa assim. Eu também. Não estou livre desses desejos. Dessa fetichização que tomou conta do mundo globalizado.

Acho que devemos nos preocupar com os outros. As guerras acontecem porque muitos só pensam em si. Esquecem de pensar naqueles que nem vivos estarão para contar o que viveram. Acho, ainda, que tragédias, como a queda do avião que levava o time da Chapecoense, aconteceu para nos alertar. Nos perguntamos o porquê, sempre. Às vezes precisamos apenas aceitar o porquê, não questioná-lo. Aconteceu porque era para acontecer. Por que tantas pessoas precisaram pagar por isso? Não sei. Sinceramente, não sei. Tenho questionamentos, como todos. Injustiça. A primeira coisa que veio em minha mente quando li o noticiário. Injustiça. Injustiça. Tanta gente ruim para morrer e logo aqueles que não faziam mal à ninguém são castigados.

É fácil questionar os acontecimentos. Mas a verdade é que não sabemos de nada. Nunca saberemos. "A vida é um sopro.". Sim, ela é. E por que não vivemos como deveríamos viver? Por que não vivemos como é o certo a se viver? Porque é isso. Não existe a fórmula para viver. Não existe a maneira certa ou errada de se viver. Vivemos e ponto. Enquanto isso, a vida passa. E o que fazemos é o certo? Não sei. Ninguém sabe. Apenas vivemos. E o dia de amanhã? Não sabemos. 

Uma vez li uma frase e costumo sair dizendo ela por aí.
"Para que a pressa se o futuro é a morte?"
Continuarei usando-a. É a mais pura verdade. Estamos sempre preocupados no amanhã e estamos esquecendo de viver o hoje. A luta contra o relógio é diária. Temos que parar de pensar no que pode acontecer, no que pode ser. Se, se, se... Muitos "se" e poucos "é". Se amanhã eu... Se eu fizer... NÃO! Eu faço. Eu sou. Apenas. Vamos viver o hoje! Abracem os seus pais hoje. Amem hoje. Façam hoje. Não deixe para amanhã o que se pode fazer hoje.

Para terminar, gostaria que todos escutassem a música "Trem-bala" da Ana Vilela. Ela diz tudo e mais um pouco. Questionem-se! Mas não adiem as coisas. Façam hoje. Afinal, ninguém sabe o dia de amanhã!




"Também não é sobre correr contra o tempo para ter sempre mais
Porque quando menos se espera a vida ficou para trás
Segura teu filho no colo, sorria e abraça os teus pais enquanto estão aqui
Que a vida é trem bala parceiro e a gente é só passageiro prestes a partir."

                                                              
Xoxo,



You Might Also Like

6 comentários

  1. Adorei as suas palavras! Nos deparamos com essas frases praticamente o tempo todo, de que a vida é muito curta. E é verdade, porque a todo momento uma vida poderá ser tirada, seja de alguém que não conhecemos ou alguém próximo de nós. Essas tragédias também me deixam intrigada, mas é um dos mistérios da vida. Talvez um dia todos saberemos porque essas coisas terríveis acontecem.

    ♡ { Barbie Pretty Sweet } ♡

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Com certeza! Estamos sujeitos à tudo!
      Beijos,
      Fê.

      Excluir
  2. Nossa..Amei o post.
    Beijinhos
    http://blogcharmedemenina.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir